Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

E+

Vida & Estilo » Novo e antigo em sintonia na varanda

E+

As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vida & Estilo

JARDIM

Novo e antigo em sintonia na varanda

Natalia Mazzoni

11 Janeiro 2014 | 22h30

A área externa de uma apartamento térreo ganhou cobertura, recordações de família e até um jardim

6.jpg

A varanda do apartamento, projetada para ser um espaço de convivência para receber amigos. O par de poltronas antigas recebeu tecido novo

Natália Mazzoni – O Estado de S. Paulo

Alguma coisa no projeto que o proprietário de um apartamento de 100 m² na zona oeste de São Paulo encomendou a um arquiteto não o agradou. Faltava algo. Ou as coisas estavam comuns demais. O jovem fotógrafo queria um lugar que refletisse sua personalidade. E contasse sua história.
O imóvel, no térreo, tem espaço para uma varanda, que o arquiteto Celino Neto, convidado para dar o toque que faltava, usou para reunir detalhes que fizeram o lugar se tornar único. Samambaias, antúrios, poltronas antigas, molduras restauradas. Mas não pense que tudo ficou com cara de casa da vovó. Objetos com desenho atual misturam-se aos que vieram do acervo da família para criar um ambiente de personalidade. E contar histórias, como o morador pediu. “O cliente é bem apegado à família, então, resgatamos peças de pessoas queridas e misturamos com coisas novas”, conta Neto.
O tapete antigo que estava deixado de lado na casa dos pais ganhou lugar de destaque. Para as poltronas velhas, tecido novo. E até o primeiro cachinho de cabelo do morador que a mãe cortou entrou na decoração: foi parar em uma caixa acrílica na parede. “Assim, a gente foi enchendo a casa, com coisas que são importantes para ele”.
As mudanças não aconteceram só na decoração. “Como existe um prédio ao lado, faltava privacidade. Para resolver o problema, instalamos um pergolado de madeira com tecido abaixo do vidro. Essa foi também uma solução para filtrar o excesso de luz.”
A sala de almoço, com mesa de madeira e cadeiras coloridas, foi pensada para receber os amigos fora da área íntima da casa. O lustre antigo não veio da família, mas foi garimpado em uma feira de antiguidades no bairro do Bexiga. “As jardineiras com antúrios e a trepadeira, que já cresceu e tomou espaço, fazem com que o ambiente tenha cara de jardim, isso deixa o clima bacana para receber pessoas e fazer refeições.”

Encontrou algum erro? Entre em contato