1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Cachorro salva seu dono de 4 anos de ataque de três cães

fabiobrito

14 março 2013 | 19:05

SANDRO VILLAR

ESPECIAL/ESTADÃO

PRESIDENTE PRUDENTE – Um cachorrinho vira-lata, chamado Sultão, virou herói em Botucatu, cidade do centro-oeste paulista, após salvar seu dono, o menino Riquelme, de 4 anos, do ataque de três cães. Os cachorros, dois maiores que Sultão, avançaram contra o garoto quando ele voltava, ontem à tarde, da escola no bairro Parque dos Pinheiros. O estudante estava acompanhado pela babá Giovana. “Eles (o menino e a babá) começaram a gritar quando os cães partiram para cima deles. Giovana e o menino não saíram correndo, eles tentaram enxotar os cachorros, mas não adiantou”, disse Leandro Carreira Destro, de 32 anos, inspetor da Guarda Civil Muncipal.

BOGM_354__4_.JPG

O grande Sultão. CRÉDITO: VALÉRIA CUTER

Ao perceber o ataque, o cãozinho não fugiu. Sultão rangeu os dentes e enfrentou os três cachorros para evitar que seu dono e a babá ficassem feridos. Quem ficou ferido foi o cachorrinho. “Ele foi ferido na orelha, saiu muito sangue. Apenas um cachorro era do tamanho de Sultão, os outros dois eram bem maiores”, contou o inspetor.

Depois do ataque, a preocupação de Riquelme, cujo sobrenome não foi divulgado, era saber como estava seu “amigão” de estimação. O menino abraçou o cachorro. A roupa do estudante ficou manchada pelo sangue de Sultão, causando preocupação. “A gente achava que ele (o menino) estava ferido, mas era sangue do cachorrinho”, acrescentou Destro. A babá Giovana também não ficou ferida. O inspetor não soube informar o sobrenome da mulher. Ela levava o garoto para casa após as aulas, como faz diariamente.

Raça desconhecida. A raça dos três cachorros ainda não foi identificada, segundo o inspetor. “É uma raça indefinida, mas pode ser vira-lata”, previu Destro. Os donos dos bichos foram notificados. “Eles deverão responder por omissão na guarda de animais”, completou o inspetor, acrescentando que a pena varia de dez dias a três meses de prisão.

ACOMPANHE O BLOG CONVERSA DE BICHO: FACEBOOK | TWITTER