1. Usuário
Assine o Estadão
assine

quarta-feira 08/04/15 11:31

Antidepressivo engorda?

A depressão tem sido considerada na atualidade uma doença crônica. Isso implica em dizer que grande parte dos pacientes precisará tomar antidepressivo por tempo prolongado ou até pelo resto de suas vidas. As mulheres da América Latina têm uma forte crença de que antidepressivo aumenta o peso, embora reconheçam que o tratamento medicamentoso da depressão

Ler post
sexta-feira 27/03/15 16:03

Alertas que podem salvar a vida do seu filho

Casos como os do copiloto Andreas Lubitz, da Germainwings, que parece deliberadamente ter derrubado o avião matando 150 pessoas a bordo nos chocam e de alguma forma ilustram os riscos graves de suicídio, principalmente em pessoas que se tratam de depressão e usam álcool e drogas. Há muitos mitos e inverdades a respeito do assunto.

Ler post
sexta-feira 20/03/15 15:22

4 dicas importantes que podem indicar se o seu filho usa drogas

A adolescência dos nossos filhos chega e novas preocupações surgem para todos os pais como o perigoso envolvimento com drogas- em alguns casos irreversíveis para toda a vida com riscos em todas as esferas. Muitos adolescentes experimentam drogas em grupo e por isso é sempre fundamental que os pais conheçam os amigos dos seus filhos

Ler post
terça-feira 10/03/15 23:21

Futebolistas profissionais têm autocontrole?

O senso comum nos faz duvidar do autocontrole ou equilíbrio emocional dos jogadores de futebol. Não faltam histórias nos tabloides europeus e jornais brasileiros sobre os vários escândalos de jogadores. Mas, talvez, este seja um pressuposto injusto. Alguns aspectos interesses da prática disciplinada do futebol acabam sendo ignorados em determinadas situações. Tynke Toering e Geir

Ler post
sábado 07/03/15 14:20

Recado aos pais: há como prevenir depressão e suicídio nos nossos filhos adolescentes?

O sexo pode influenciar o impacto de diversos fatores-chave sobre depressão e comportamento suicida em adolescentes (14 a 17 anos), sugere nova pesquisa. Um estudo transversal com mais de 400 adolescentes mostrou que a desesperança e o enfrentamento não produtivo das dificuldades foram fatores de risco para depressão para as meninas. Por outro lado, o

Ler post
terça-feira 03/03/15 23:32

A busca da saúde e felicidade feminina

A luta feminina, pela verdadeira felicidade, ainda está longe do seu final. Vários fatores corroboram o meu ponto de vista. A mulher acaba tendo múltiplos papéis sobrecarregados e cobranças sociais e familiares, com conflitos consequentes envolvendo a educação dos filhos e a colaboração ativa como profissional. Seu trabalho ainda é desqualificado, apesar das evoluções recentes.

Ler post
quarta-feira 25/02/15 19:56

Homens e Mulheres enfrentam a doença de forma diferente

Os estudos econômicos que olham para o bem-estar subjetivo geralmente se concentram em como e porque as circunstâncias da vida afetam a satisfação de vida de um indivíduo. Neste estudo, publicado no Journal of Behavioral and Experimental Economics (2015), um passo importante em direção à identificação de fontes de heterogeneidade individual foi dado, concentrando-se sobre

Ler post
terça-feira 24/02/15 00:21

Entenda a relação entre depressão e coração

Atualmente, a depressão é a maior causa de perda de dias de trabalho de acordo com a Organização Mundial de Saúde, com prevalência entre 10% a 20%. Até a economia mundial pode ser afetada pela depressão. É muito comum termos a associação entre depressão e várias doenças cardiovasculares e somados os dois problemas englobamos as

Ler post
sexta-feira 20/02/15 10:40

O legado do brilhante Oliver Sacks

O genial neurologista britânico e Professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Nova York, autor de tantas obras que conseguiram unir a medicina à literatura de uma forma genial e simples – ilustrando didaticamente quadros neuropsiquiátricos de desconhecimento da população- soube que está com um câncer terminal. A reação dele a essa notícia nos

Ler post
domingo 15/02/15 23:43

Fantasias femininas e cinquentas tons de cinza

Livros e filmes eróticos ou que retratam relacionamentos “atípicos” podem mexer com as fantasias de todos nós. Em relação às mulheres, cenas de violência, dominação, submissão sexual, sadomasoquismo ou passividade perante um parceiro viril costumam mexer com o inconsciente coletivo. E isso, a princípio, soa como um paradoxo em um mundo real onde lutamos todos

Ler post