1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

RICARDO CHAPOLA é jornalista do Estadão e escreve crônicas desde 2008. Gosta de se apresentar como jornalista e cronista, não necessariamente nessa ordem. Contato: ricardo.chapola@estadao.com
sexta-feira 24/07/15 07:34

Tipo assim

Precisava escrever, tipo assim, uma crônica. Mas uma crônica sobre o quê? Uma crônica, sei lá, sobre, tipo assim, qualquer coisa. Tipo sobre a vida. Ou sobre, tipo, o que fiz, ou, tipo, sobre o que vi, ou, sei lá, tipo, sobre uma pessoa. Menos sobre o Eduardo Cunha. Porque, tipo assim, ele já deu. Tudo menos, tipo, esse cara. Tipo, ele ja apareceu demais. Tipo assim: não dá. ______________________________________________ Acompanhe Crônicas de Ricardo Chapola pelo Facebook (Clique em “obter notificações” ...

Ler post
quinta-feira 09/07/15 06:00

Despedida

Ia ser meia marguerita, meia calabresa sem cebola. Nada contra a cebola. Até gosto, mas tem hora que evito. Não é bom comer se você tem compromissos amorosos depois. Dá bafo e o bafo profetiza fracassos. Não cheguei a tanto na conversa como o atendente. Só pedi para tirar a cebola. Deve ter pensado na hora: "A noite vai ser boa". Quando, na verdade, nem seria. Fiquei de bode. O que pensariam de mim se pedisse para tirar as azeitonas? ______________________________________________ Ler post

quinta-feira 02/07/15 15:24

Xixi fora

mira (1)

mira (1)

Ilustração: Felipe Blanco

Todo dia, ao fazer xixi, pelo menos uma gota serelepe ricocheteia a louça e vai parar nas bordas limpas da privada. Acontece quase sempre, geralmente quanto maior forem nossos caprichos. Não é má-fé, embora pareça pelo número de vezes em que isso se repete. Costuma ser barbeiragem, ou mesmo um problema de ângulo. ______________________________________________ Acompanhe Crônicas de Ricardo Chapola pelo Facebook (Clique em “obter notificações” ...

Ler post
quinta-feira 25/06/15 10:09

Quadrilha

junina

juninaIlustração: Felipe Blanco

Políticos amavam a Petrobrás que curtia um empresário
que contratava um doleiro que escolhia um partido que não representava ninguém.

Os políticos estão com a vida feita, a Petrobrás, no bico do corvo,
O empresário foi em cana, o doleiro ganhou companhia,
E o partido finge trabalhar pelo bem de alguém.

“Balancê!”

______________________________________________

Acompanhe Crônicas de Ricardo Chapola pelo Facebook

(Clique em “obter notificações” na página)

Novas crônicas todas as quintas-feiras.

Twitter: http://twitter.com/ricardochapola

______________________________________________

Salvem a Fifa ia ia,
Salvem a Fifa io io,
Tristeza foi a gente notar
que a roubalheira está
até fazendo gol.

“Olha a rola!”

O Malafaia está indo
à procura da rola,
Tomando cuidado,
senão ela voa.

Pastor, não
Pastor, não
Não se reprima, não se reprima, não se reprima.

“Changê!”

Com a filha de João,
Antonio ia se casar,
Mas ele saiu do armário,
estava ficando sem ar.

“Olha a seca!”

A dengue está só aumentando
E o Cantareira está caindo
São Paulo vai estorricando
São Pedro deve estar dormindo.
E no fim dessa história
Ao secarem as torneiras
São Paulo ficava sem água,
por não racionar de primeira.

“É mentira!”

Chegou a hora da canseira,
Tem jogo da seleção.
O Dunga fica todo arrumado,
Todo emperiquitado,
Para a televisão.
Enquanto o time só faz besteira,
É lambança a noite inteira
Um Neymar não faz verão.

 

 

Ler post
quinta-feira 18/06/15 09:00

Fui no Sujinho e paguei no cartão

cartao

cartaoIlustração: Felipe Blanco

Nada contra o apego a tradições, desde que elas tenham ao menos alguma simbologia. A maioria delas não têm. Meu pai, por exemplo, faz compras e paga tudo no talão de cheques. Isso representa só duas coisas: 1) que ele é um tiozão da resistência à onda moderninha; 2)  que nasceu pronto para frequentar o Sujinho. O Sujinho é um restaurante de São Paulo popular pela comida, pelo ...

Ler post
quinta-feira 11/06/15 17:46

O carro não te esconde

carro

carroIlustração: Felipe Blanco

Alguma coisa acontece com o cidadão, que basta entrar em algum carro para limpar o salão. Essa seria a versão original da música de Caetano Veloso, em um momento de profunda indignação com a humanidade. Passeando pelo cruzamento da Ipiranga com a São João, parou repentinamente escandalizado com a cena: um rapaz estacionado com sua caranga do outro lado da rua, mandando brasa na faxina ...

Ler post
quinta-feira 28/05/15 09:24

Corretor ortográfico

corretor

corretor  

Ilustração: Felipe Blanco

Era “pai”, mas saiu “pau”. O corretor ortográfico é rápido no gatilho. Quando você vê, já foi: o estrago está feito. “Já viu o tamanho do meu pau?”, propus ingenuamente a uma amiga, até me dar conta da barbaridade que havia cometido sem querer, depois que os dois tiquezinhos já estavam azuis. O papo era sobre estaturas – de pessoas, no caso, não de parte ...

Ler post
quinta-feira 21/05/15 09:29

O frio

frio

frio Ilustração: Felipe Blanco

O frio dói. Começa pelo pé: de repente, ele desperta congelado, nu, sem a meia que, até a hora de dormir, estava lá bonitinha, mantendo-o aquecido e protegido dos perigos gelados do mundo. Há mais coisas entre nós e sete camadas de cobertor do que supõe nossa vã filosofia. Forças sombrias até hoje desconhecidas pela ciência operam na calada da noite, violentando membros inferiores indefesos. ...

Ler post
sexta-feira 08/05/15 00:46

Nome composto

charlotte

charlotte  

Ilustração: Felipe Blanco

Charlotte por causa do avô. Elizabeth por causa da bisa. E Diana em memória da avó. Pensaram em todo mundo na hora de dar um nome ao bebê real, menos na pobre criança. Toda a solidariedade a ela. Ass: Ricardo Antonio. Vai levar algum tempo até que Charlote Elizabeth sinta as primeiras consequências de ter um nome composto. Isso deve acontecer na escola, na hora da ...

Ler post