1. Usuário
Assine o Estadão
assine

BB, CC, DD: a evolução das espécies

Gabriela Marçal - O Estado de S. Paulo

29 Maio 2014 | 10h 58

A tendência da maquiagem multibenefício se consolida e parece não ter limites. No meio de tantas siglas e bases diferentes, entenda os milagres que cada tipo promete

Divulgação
BB cream da Smashbox tem FPS 35 e controla a oleosidade

 Bb, cc, dd cream... várias letras, muitas marcas e uma só tendência: os produtos multibenefícios. Os percursores dessa onda começaram a surgir há alguns anos, com o lançamentos de hidratantes e protetores solar com cor e bases com FPS. Agora, os produtos bb, cc e dd cream chegaram para consolidar a união entre maquiagem e cuidados com a pele.

Existem diferenças entre o que cada marca agrega em seu produto, mas, de maneira geral, o foco do bb (blemish balm cream) é uniformização da pele, proteção solar e hidratação. Já no cc (color control cream), as prioridades são cobertura leve, ação clareadora de manchas e proteção solar. O dd (daily defense cream) vai além: oferece hidratação, proteção solar e é autobronzeador. Desses, apenas o dd cream ainda não é vendido no Brasil. 

Além de ir atrás dos anseios das consumidoras, a história dos produtos multifuncionais diz muito sobre o número cada vez maior de tecnologias do setor de cosméticos e de lançamentos ditados pelas estratégias de negócios e marketing. Entre esses cremes, as propriedades rejuvenescedoras são um ponto em comum e um novo atrativo. Mas, para a dermatologista Carla Vidal, de São Paulo, os bb e cc creams não são uma novidade na indústria de beleza. “Já manipulamos o protetor solar com ativos antioxidantes há algum tempo.”

Segundo a responsável por cuidados da pele da Clinique Brasil, Ana Lia Pereira, os produtos multifuncionais são uma tendência global do mercado de beleza e refletem a velocidade nos novos tempos, onde praticidade é a palavra de ordem. O bb cream da Clinique, por exemplo, possui protetor solares químicos e físicos, enquanto o cc cream contém ácido hialurônico que promete uma hidratação potente.

“A indústria cosmética é muito voraz. Nenhuma mulher precisa comprar todo esse abecedário. Cada uma precisa estar atenta às necessidades da própria pele, pois muitas vezes os produtos importados são oleosos demais para as brasileiras”, explica Marcos Costa, maquiador oficial da Natura. Segundo Costa, os bb e cc indicam outra tendência importante que é o acabamento natural.

As marcas de cosméticos que possuem bb e cc creams, como Avon, Smashbox, Dermage e Clinique, são unânimes em dizer que um produto não substitui o outro. “Não necessariamente o cc cream é a evolução do bb, mas o conceito é o mesmo. Olhando o mercado, vemos que a tendência é que a venda de maquiagens com benefícios seja cada vez maior e que, consequentemente, diminua a procura por cremes hidratantes comuns”, afirma Cristiane Ligabue, gerente de maquiagem da Avon Brasil. 

“Quem gosta de produtos de beleza não troca um lançamento pelo outro, apenas acrescenta mais uma opção. Há uma preocupação em cuidar da pele e prevenir o envelhecimento”, diz Paula Pontes, gerente geral da Estée Lauder Companies no Brasil (empresa responsável pela Smashbox, MAC e Clinique no Brasil). Para Pontes, o bb cream é mais “universal” e o cc é mais “sofisticado”; o primeiro tem um apelo mais prático, o segundo é procurado pelo público que realmente tem problema com manchas na pele.

“A Smashbox foi a primeira marca a trazer para o Brasil cinco tons de bb cream, o que é bastante importante considerando a pele da brasileira”, afirma Ana Helena Alves, maquiadora da Smashbox. A gerente de desenvolvimento e tecnologia da Dermage, Simone Ribeiro, também acredita que há uma distinção entre o público dos multifuncionais: “O bb cream é indicado para uma pele mais jovem e o cc cream para uma pele um pouco mais madura que necessita de maiores cuidados”. 

Depois dessas novidades para o rosto que deixaram a base comum parecendo um produto arcaico, é a vez do corretivo para a área dos olhos ganhar um concorrente tecnológico. A Smashbox já lançou o ‘Camera Ready BB Cream Eyes’ e a Dermage, o ‘BB cream olhos’; ambos apresentam os benefícios do bb cream normal e auxiliam na redução de bolsas e olheiras.

Uma ‘letrinha’ não chega a concorrer com a outra, mas depois dos bb e cc se consolidarem no mercado brasileiro, é natural pensar em quando o dd chegará por aqui. A Dermage já está desenvolvendo o seu dd cream, que trará os benefícios do bb e ampla proteção solar. A Avon está estudando se continuará seguindo essa tendência. Para a Clinique, tanto o bb cream quanto o cc suprem a necessidade de todos os tipos de pele, e não faz parte da estratégia da marca lançar outros produtos nessa categoria. A Smashbox também ainda não prevê novos itens nessa linha.

E as invenções no mundo da beleza não param: já foram lançados produtos com a sigla ee, voltados para o uso capilar. O significado dessa nova sigla é ‘extra exfoliation’. Vamos ver se vai pegar.