1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Articulações para um futuro saudável

O Estado de S. Paulo

16 Junho 2014 | 22h 26

Exercício físico pode ser aliado ou inimigo dos sistemas que compõem as articulações

Reprodução
As articulações são partes do nosso corpo que merecem especial atenção

As articulações são partes do nosso corpo que merecem especial atenção. Elas são fundamentais para que possamos realizar bem os movimentos. "Para prevenir lesões ou danos nas articulações, o recomendado é o exercício físico", explica o personal trainer, Aulus Selmer.

Mas, os exercícios quando executados de forma inadequada ou muito intensa pode exercer o papel oposto e, ao invés de prevenir, pode danificar. Daí a importância de entender o que são as articulações e como elas funcionam.

Em entrevista ao programa Rota Saudável, da Rádio Eldorado, Aulus Selmer explica que as articulações são formadas por três componentes: cartilagem, ligamentos e tendões.

"A cartilagem é uma superfície lisa que envolve toda a articulação. Ela protege o líquido sinovial, ajuda a lubrificar e a dar mobilidade. É como o óleo no motor de um carro", compara o personal trainer. "Quando ficamos mais velhos, se não praticamos exercícios físicos, vamos perdendo essa lubrificação natural, aí qualquer pressão anormal na cartilagem pode virar uma lesão", alerta.

É exatamente aí que mora o perigo. De acordo com o especialista, quanto mais velhos ficamos, mais essa cartilagem diminui e, com o tempo ocorre o contato do osso com outro osso, o que acaba levando à ocorrência de artrite.

Depois da cartilagem, temos os ligamentos, que são formados por tecidos e são responsáveis por dar estabilidade aos nossos movimentos. A função dos ligamentos é limitar o movimento e proteger as estruturas articulares.

Já os tendões estabelecem a ligação entre músculos e ossos e transferem a força para o esqueleto. Eles podem romper total ou parcialmente quando fazemos movimentos muito bruscos. Para mantê-los fora de perigo, ensina o personal, o ideal é conquistar uma musculatura forte ao redor das articulações, sobretudo quanto mais a idade avança. "Quanto mais velho a gente fica, mais atenção temos de ter com os exercícios de fortalecimento muscular ao redor dessas articulações, que podem ser joelhos, ombros, tornozelos. Assim, a distribuição dos esforços realizados se dá de forma mais homogênea", conclui.

Ouça a entrevista completa.