1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Chá fortalece o sistema imunológico e diminui o risco de inflamações

- Atualizado: 22 Junho 2015 | 18h 56

Uma das inflamações mais comuns do mundo, a enxaqueca, também pode ter seus efeitos diminuídos com a ingestão da bebida

'Os chás comprovadamente ajudam a prevenir o câncer, regulam a pressão arterial e possuem boas quantidades de flúor, saudável para os dentes, e vitamina C, que diminui a propensão a infecções'

'Os chás comprovadamente ajudam a prevenir o câncer, regulam a pressão arterial e possuem boas quantidades de flúor, saudável para os dentes, e vitamina C, que diminui a propensão a infecções'

Desde a Antiga China, há relatos que provam a utilização de chás como substâncias benéficas à saúde. Dentre as propriedades da bebida, o que uma das principais características é o fortalecimento do sistema imunológico, o que diminui a propensão do organismo a inflamações.

Em entrevista ao programa Rota Saudável, da Rádio Estadão, a especialista em chás e tea blender Carla Sauressig afirma que a bebida é recomendável principalmente em casos de doenças crônicas. “Temos diversos estudos de universidades pelo mundo que comprovaram a eficácia dos chás no combate aos processos inflamatórios”, relata.

Dentre os tipos de ervas que mais auxiliam o trabalho do sistema imunológico, a especialista diz que “os chás com gengibre são extremamente indicados para tratar inflamações. É possível misturá-lo ao chá verde, por exemplo, que possui uma alta quantidade de antirradicais livres e, por isso, é um grande protetor e incentivador da parte imunológica do organismo”.

Uma das inflamações mais comuns do mundo, a enxaqueca, também pode ter seus efeitos diminuídos com a ingestão da bebida. “O chá de Rooibos (erva proveniente da África do Sul) com gengibre traz efeitos maravilhosos no tratamento dessa doença, que é crônica. É muito indicada por profissionais da área”, diz.

Entretanto, para tratar a enxaqueca, Carla diz que a ingestão de chás deve ser acompanhada por outros cuidados. “Não se deve consumir cafeína, e isso também inclui os chás verdes, ricos na substância. 

Além disso, os adoçantes também podem agravar o quadro de enxaqueca”, explica.

Além de auxiliar o sistema imunológico, a bebida também atua em benefício de outras áreas do organismo. “Os chás comprovadamente ajudam a prevenir o câncer, regulam a pressão arterial e possuem boas quantidades de flúor, saudável para os dentes, e vitamina C, que diminui a propensão a infecções”, verifica a especialista.

Chá para iniciantes
Akuppa John Wigham/ Creative Commons
Variedades

São tantos os tipos de chá que fica difícil escolher. A especialista Paula Simonsen explica que são quatro os principais: o branco, o verde, o oolong e o preto

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em Vida & EstiloX