1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Crises de enxaqueca são mais frequentes no verão

- Atualizado: 26 Janeiro 2016 | 07h 00

Altas temperaturas e mudanças no estilo de vida intensificam o problema

A enxaqueca é uma dor lateralizada, pulsátil e forte, que chega a incapacitar as pessoas, fazendo-as ficarem mais quietas. Segundo o neurologista Leandro Teles, o problema pode ocorrer durante o ano inteiro, mas, no verão, a situação se intensifica. 

“A enxaqueca pode se manifestar com maior frequência, duração e intensidade na estação”, explica o médico. No verão, a maior incidência de sol e as altas temperaturas podem provocar a inflamação ou dilatação dos vasos, causando a dor. O médico recomenda também cuidados com a perda de líquidos, que pode agravar o quadro.

A enxaqueca pode aumentar em intensidade, frequência e duração no verão, diz especialista

A enxaqueca pode aumentar em intensidade, frequência e duração no verão, diz especialista

De acordo com o neurologista, além dos fatores climáticos, que são diretos, existem também os indiretos, consequências das mudanças no estilo de vida que acontecem durante essa época. Entre eles, estão a má alimentação e as alterações no sono. “Tem pessoas que até sofrem de crises nos fins de semana porque dormem mais”, afirma Teles. Assim como sono em excesso, a falta dele prejudica quem tem enxaqueca. 

No verão, muitas pessoas acabam comendo mais do que de costume e ingerindo álcool em maior quantidade. As quebras de hábito na alimentação podem piorar a enxaqueca e contribuem para o verão ser a estação mais propícia para as dores. Para sobreviver ao período mais quente do ano, o especialista dá a dica: “manter a hidratação, a rotina, o sono, a temperatura corpórea e a alimentação”.

Dicas para evitar enxaqueca
REUTERS
Como evitar a enxaqueca

Enxaqueca causa transtornos, como sensibilidade à luz e náuseas. Dor pode ser tratada com estímulos elétricos e toxina botulínica e comportamento saudável evita crises

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em Vida & EstiloX