1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Por que sofremos um bloqueio emocional

- Atualizado: 30 Janeiro 2016 | 06h 00

É necessário investir algum tempo e expor todos os seus sentimentos com o fim de resolver uma situação, o que é um grande risco para muita gente

Homens e mulheres podem seguir caminhos diferentes, mas ambos podem chegar ao mesmo destino destrutivo do bloqueio emocional. Muitos casais vivem desconectados um do outro durante muitos anos, alguns para sempre. Mas evitar que uma relação acabe não é assim tão difícil. A chave é compreender e agir com base na maneira como cada um reage emocionalmente. É necessário investir algum tempo e expor todos os seus sentimentos com o fim de resolver uma situação, o que é um grande risco para muita gente. Mas a alternativa é uma maneira dolorosa de seguir a vida. Assim, se estiverem dispostos, eis alguns conselhos para homens e mulheres sobre como evitar viver com uma pessoa como se apenas estivessem dividindo o mesmo espaço.

Não é que os homens não prestam atenção; eles ouvem a mulher que amam. O problema é que eles são muito mais sensíveis do que achamos. É uma norma cultural as mulheres desejarem que os homens sejam homens e também é normal querer testar o seu parceiro.

Para evitar o fim da relação, diga à pessoa que você ama que está cansada da distância

Para evitar o fim da relação, diga à pessoa que você ama que está cansada da distância

Mas quando você rejeita o homem, a criança dentro dele se sente ferida. Se você é uma pessoa amável, ele estará à sua disposição; se for mesquinha, ele vai procurar um lugar para se esconder. Não é justo ser crítica e esperar um coração aberto.

Quando uma mulher rejeita sexualmente o seu companheiro, muitos homens aceitam bem (acabamos nos acostumando). Infelizmente alguns homens (e mulheres) exigem sexo e não se acanham por causa disto. Veja, ninguém pode ser forçado a querer sexo. É uma questão de biologia. Mas psicologicamente, ser sexualmente exigente pode bloquear emocionalmente uma pessoa, de modo que um equilíbrio precisa ser encontrado. Algumas pessoas cedem, mas acabam se sentindo diminuídas e se tornam cada vez mais distantes.

Este é um ciclo que irá destruir uma relação. Sexo é importante, mas se o seu parceiro não tem vontade isto não significa que ele não a ama; significa que ele, ou ela, não está sentindo desejo naquele momento. Aceite isto e em uma hora as coisas podem mudar.

Ninguém reage bem ao ser rejeitado ou a um parceiro correndo e se ocultando para evitar uma interação. Não interessa a razão. O que importa é que você não está mais se relacionando quando recusa a se abrir e comunicar o que está acontecendo com você. Tenho aconselhado muitos casais que passam por esta situação, e acabam achando mais confortável se evitarem do que resolver seus problemas.

Diga à pessoa que você ama que está cansada da distância e acredita que ele, ou ela, também se sente assim. Existem muitas maneiras de se reconectarem. Comecem lendo esta coluna juntos e, se concordarem, instantaneamente estarão no caminho de voltarem a ser aquele casal unido que costumavam ser.

 

Dr. Barton Goldsmith é psicoterapeuta em Westlake Village, Califórnia

Tradução de Terezinha Martino

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em Vida & EstiloX