1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Neymar e a moda da ostentação

Maria Rita Alonso - Especial para o Estado de S. Paulo

11 Junho 2014 | 10h 18

Candidato a craque fashion da copa, Neymar fecha patrocínios que já somam 30 milhões de reais

Maria Rita Alonso

Maria Rita Alonso
@MariaRitaAlonso

Maria Rita Alonso é jornalista e editora do canal Moda e Beleza do Estadão

Reprodução
Inspirado no funk ostentação, o camisa 10 da seleção brasileira exibe seu estilo 100% irreverente em diferentes momentos

Brincos de diamante (um solitário em uma orelha e dois solitários na outra), um crucifixo pesado no pescoço, correntes de prata no pulso, boné virado para trás. Neymar gosta de aparecer. É assim no futebol, onde ele dribla, brinca, faz e acontece e é assim fora de campo também. Na quinta-feira, quando o craque santista pisar no gramado, com o novo corte de cabelo, o país inteiro estará pronto para falar sobre o assunto, dar palpite, criticar, defender ou copiá-lo.

Corte de cabelo inusitado é lugar-comum entre jogadores de futebol. No Brasil, então, há um legado em termos de penteado esquisito. Mas não deixa de ser um sinal. Quando Neymar despontou na Vila Belmiro, com moicano arrepiado e a gola da camisa erguida, ele estava querendo passar um recado: sou ousado, impetuoso e criativo. Era o que ele mesmo, em um acesso de autorreferência, chamou de estilo Neymar de jogar. O mesmo estilo que faz dele agora uma das grandes apostas como craque e como ídolo fashion da Copa.

Este mês, ele ilustra a capa da revista Vogue Brasil, ao lado Gisele Bündchen. A foto é assinada por Mario Testino. Gisele precisou voar de Boston até a Espanha para a sessão e toda a equipe adequou-se à agenda do jogador. “Ela não se incomodou porque a ideia dessa capa dupla foi dela. Em novembro, eu recebi uma ligação dizendo que a Gisele gostaria de estar na Vogue Brasil com o Neymar, durante a Copa”, conta Daniela Falcão, diretora de redação da revista. “Eu aceitei a ideia na hora e mudei toda a programação de capas”. No set, a sessão demorou cinco horas. “Foi tudo muito fácil. Como Neymar faz muita publicidade, sabe se posicionar bem, tem controle de luz, é quase um modelo”, afirma Giovanni Frasson, diretor de moda da Vogue.  “O cabelo ele preferiu arrumar sozinho. Pegou um produto em sua nécessaire e em dois minutos estava pronto “.

No último sábado, uma reportagem do jornal The New York Times levantava a questão: "Quem será o próximo David Beckham?". Para em seguida, apontar o brasileiro como principal candidato. "Todos os olhos estarão em Neymar na Copa do Mundo", dizia o texto. No The Wall Street Journal, ele também foi destaque como a capa da revista de domingo.

Seu jeito de vestir hoje se apoia no dos rappers norte-americanos. Mas tem um sotaque brasileiro. Aos 22 anos, meia-dúzia de tatuagens espalhadas pelo corpo (peito, braços, ombros, pescoço, costas), a maioria em homenagem à família, Neymar é da turma dos que se enfeitam, consomem e ostentam.

Não por acaso aceitou o convite do MC Guimê, o rei do funk ostentação no Brasil, para participar do clipe o "País do Futebol". A música, que é tema da novela das sete da Globo, Geração Brasil, fala dos meninos que sonham em virar jogadores para ter uma vida melhor.  Esse estilo musical pegou primeiro em Osasco, na Grande São Paulo, e tomou fôlego, justamente, na periferia da Baixada Santista, de onde vem Neymar. Os temas giram em torno dos carros, motos, roupas e bens materiais, exaltando a ambição de sair da favela e conquistar uma posição de sucesso.

Historicamente, a atitude do eu existo, logo driblo, marco, venço, consumo e me exibo sempre foi um combustível para jogadores brasileiros. E sempre fizeram a festa da torcida, que gosta de ver firulas e dribles espetaculares, ainda mais quando eles terminam em um gol!

"Tem gente que acha cafona. Mas o estilo de Neymar é muito autêntico", diz Fabiana Moritz, editora de moda e estilo da revista Playboy. "Ele sempre inventa um jeito novo de se apresentar e de se destacar." Ao chamar a atenção da imprensa também fora de campo, sua imagem rende mais publicidade. A última foi a do perfume Drakkar. Para a campanha, o jogador fez um ensaio na Suíça, assinado pelo fotógrafo francês Jean-Baptiste Mondino. Além de fechar com a perfumaria, Neymar já era garoto-propaganda do banco Santander, Nike, Panasonic, Unilever, Lupo (lembra que ele ficou mostrando a cueca durante um jogo?), entre outros.

Ao todo, possui 13 patrocinadores. Também tem uma marca própria de roupas, com jeans, camisetas e moletons. Seus contratos são administrados pela agência 9ine, do ex-jogador Ronaldo. O volume de negócios fechado com marcas ultrapassa os R$ 30 milhões.

Quem concorre com Neymar ao título de ídolo fashion da copa?

Eleito o melhor jogador, o argentino Lionel Messi, está no páreo, é lógico. Apesar de ser mais discreto no dia-a-dia, ele foi introduzido no mundo das grifes de luxo pela Dolce Gabbana. Vai a desfiles, posa de galã para a marca italiana e faz a festa de fashionistas (apesar de chocar o mundo real), quando surge com ternos de bolinhas ou de flores para receber os grandes prêmios futebolísticos do planeta.

Cristiano Ronaldo também flerta com a moda. O atacante do Real Madrid, grande esperança da seleção de Portugal, posou para a edição de junho da Vogue Espanha, ao lado da namorada russa, a top Irina Shayk. Na capa, ela está vestida e ele está nu. Modelo da Armani, o jogador tem uma parceria com a Richard Chai, da Semana de Moda de Nova York, além da Nike. Nascido na Ilha da Madeira, Cristiano Ronaldo teve uma infância pobre, não tinha nem brinquedo. Agora coleciona carros importados, anda com ternos empertigados e faz o tipo galã novo rico. 

Neymar também adora carros e baladalaçoes, apesar de estar mais comportado desde que reatou com a atriz Bruna Marquezine, estrela da Globo. Mas não abre mão do seu estilo meio molecão. É disso que a torcida gosta, principalmente quando ele entra em campo e faz suas jogadas fenomenais, com a leveza de um menino que está apenas se divertindo com a bola. Ele tem essa ginga brasileira - e, às vezes, também apela para o "jeitinho" brasileiro. Quanto melhor for sua performance no mundial, mais estiloso ele vai parecer