1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Todo mundo nude

Os esmaltes de cor bege, areia e rosé estão de volta. Saiba como escolher o tom certo

Lenita Assef

Lenita Assef
@

É jornalista e consultora de moda e beleza. Foi diretora por 11 anos da revista Elle Brasil

Reprodução
A volta dos nude: esmalte Birthday Suit, da Clinique

 

Nada mais cíclico do que a moda. Depois de um longo e incontrolável boom de cores mil, uma certa calmaria se anuncia para tingir nossas unhas. Revistas, experts e blogueiras de moda e beleza são categóricas em afirmar que verdes, azuis, amarelos, pinks e laranjas estão cedendo espaço para a volta dos esmaltes nude.

Não, não se trata da popular misturinha com sua transparência óbvia, mas da infinidade de beges, areias, rosés e castanhos. Sem graça? Não mesmo! Chique? Totalmente! O nude combina com todas as peles, todos os looks, todos os momentos e com todos os anéis – aliás, é perfeito para quem gosta de usar muitos ao mesmo tempo.

Como qualquer outra cor, o nude tem muitos tons e o segredo é escolher o que é bacana para você. Alguns toques: se você quer um efeito muito clean, copie nas unhas a tonalidade de sua pele. As mais branquinhas ficam com tons claros e rosados, as amareladas e morenas com os beges, o café com leite. O resultado, natural e sofisticado, é que a “continuidade” da cor faz as mãos parecerem mais longas. Para quem prefere um certo contraste, é bom lembrar que os tons com toques de rosa fechado favorecem todas as peles. O que foge à tendência e, na maioria das vezes, não funciona: esmaltes claros em peles morenas e nuances pálidas de areia nas amarelas. As peles claras são mais versáteis, mas devem evitar tons acinzentados.

Quanto ao formato das unhas, delete de vez o quadrado. Definitivamente, as pontas voltaram a ser arredondadas (não pontudas, OK?). É muito mais feminino. O comprimento continua curto – no caso dos nudes, permite-se que as unhas apareçam (1 mm) quando se olha as palmas das mãos, o que, mais uma vez, alonga seus dedos.

Para todas: valem também os nude cintilantes. Se você achar meio over, use o cintilante por baixo e um opaco no mesmo tom por cima. Finalize com um top coat e voilà – show!

 

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo